Castro se mobiliza em favor da Escarpa Devoniana

Professor doutor Gilson Burigo palestra na cidade de Castro sobre a Área de Proteção Ambiental da Escarpa Devoniana e dos Campos Gerais

Mais de 130 pessoas participaram na última segunda-feira, 7, de um debate sobre a Área de Proteção da Escarpa Devoniana e dos Campos Gerais na cidade de Castro. A reunião contou com a palestra do professor doutor Gilson Burigo, da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), e foi organizada pelo vereador Mauricio Kusdra.

A discussão aconteceu na antiga sede da Câmara Municipal e girou em torno do Projeto de Lei 527/2016, que tramita na Assembleia Legislativa do Paraná e que pretende diminuir a APA da Escarpa em dois terços, passando dos atuais 392 mil hectares para 126 mil hectares.

Segundo Burigo, o projeto carece de uma sustentação técnica mais adequada. “O estudo que baseia o projeto é muito inconsistente e tem vários problemas técnicos. É insustentável. Além disso, é necessário um debate muito mais profundo sobre esse assunto, reunindo toda a comunidade”, disse.

O deputado estadual Péricles de Holleben Mello, um dos defensores da APA da Escarpa, também esteve presente e falou sobre o desafio para barrar o projeto de lei. “Esse projeto foi apresentado por deputados da base aliada ao governo do Estado, que são maioria; ao que parece, também é de interesse do governador que esse projeto seja aprovado, pois foi o próprio Instituto Ambiental do Paraná que encomendou o estudo que embasa o projeto. Mas acredito que se toda a sociedade se mobilizar em defesa da APA, poderemos convencer os deputados sobre os problemas da redução da APA e buscar outras alternativas”, afirma.

???????????????????????????????????? ???????????????????????????????????? ???????????????????????????????????? ???????????????????????????????????? ???????????????????????????????????? ???????????????????????????????????? ????????????????????????????????????

Durante a reunião, um grupo de professores e ativistas ambientais definiu que irá promover uma série de palestras nas escolas e outras instituições de Castro para falar sobre a APA da Escarpa. A intenção é mobilizar a população e mostrar os problemas que a redução da Área de Proteção Ambiental pode trazer para a região, diminuindo recursos e prejudicando o turismo, fauna, flora e a qualidade da água.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *