Manifesto em defesa da UEPG

paz

A omissão do Estado é o fato preponderante que resultou no atentado contra a vida do estudante Eric Dario da Cuña Navarro, pós-graduando em Odolontogia, no Campus de Uvaranas da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), na noite desta quarta-feira, 24. As últimas informações são de que Navarro não corre mais risco e continua sob observação médica.

Há muito tempo a comunidade universitária alertava para a total falta de segurança no Campus e os casos de roubos, assaltos com uso de armas de fogo e agressões se acumulam sem a devida atenção por parte do governo estadual.

Tendo isso em vista, na semana passada, o vereador Geraldo Stocco e o deputado federal Aliel Machado promoveram Audiência Pública no Campus Central da UEPG. Na ocasião, o deputado colocou seu mandato à disposição para destinação de emendas parlamentares com vistas à segurança nas dependências do Campus de Uvaranas.

A Reitoria tem um projeto para melhoria da iluminação no local, com orçamento previsto de R$ 1,5 milhão, mas a UEPG não dispões desses recursos. Além da iluminação, a comunidade universitária exige mais recursos para a contratação de vigilantes.

Segundo o Sintespo – Sindicato dos Professores e Técnicos da UEPG, há 28 agentes de segurança aprovados em concurso desde 2011, faltando apenas a nomeação por parte do governador. O Sintespo também informa que em 1998 havia 160 agentes de segurança na UEPG e que hoje restam apenas 60.

No entanto, ao que parece, o sucateamento das universidades estaduais é praticamente um projeto do atual governo estadual e não há uma política de segurança pública para as instituições de ensino superior.

Da Tribuna da Assembleia Legislativa do Paraná denunciamos o abandono das universidades há muito tempo e continuaremos denunciando o descaso, colocando nosso mandato à disposição, como sempre fizemos, da Reitoria, do Diretório Central dos Estudantes, das representações sindicais – Sintespo e Sinduepg, e da comunidade acadêmica como um todo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *