Padre Giuseppe Leonardi recebe cidadania honorária na Alep

A Assembleia Legislativa do Paraná concede ao missionário e paleontólogo padre Giuseppe Leonardi o título de Cidadão Honorário na próxima segunda-feira, 19, às 18 horas, em sessão solene. A proposição é do deputado Péricles de Holleben Mello (PT), que já fez o projeto de concessão de cidadania ponta-grossense ao religioso quando exerceu mandato de vereador.

Leonardi nasceu em Veneza, Itália, em 1939, mas viveu no Brasil entre os anos 1974 e 1989, naturalizando-se no Paraná em 1979.

Seu trabalho religioso como criador e coordenador da Pastoral Universitária (PU) na Diocese de Ponta Grossa influenciou toda uma geração de jovens e teve profundo impacto nas comunidades eclesiais de base, criando uma consciência política progressista ao atuar a partir da Teologia da Libertação. Leonardi também foi assessor da PU do Paraná e do Brasil.

“A corrente da Igreja Católica que ajudou a fundar o Partido dos Trabalhadores em Ponta Grossa e outras correntes progressistas ligadas ao empresariado local são resultado do trabalho realizado na Pastoral Universitária, pois o padre Leonardi transformou a Pastoral num lugar de debates justamente na transição do regime militar para a Democracia”, relata o deputado Péricles.

Além do trabalho missionário, Leonardi é internacionalmente conhecido por atuar principalmente como paleontólogo de vertebrados de campo, descobrindo, explorando e estudando no Brasil e no mundo sítios paleontológicos novos; suas pesquisas têm ênfase em pegadas fósseis de vertebrados e especialmente dinossauros.

No Paraná, foi professor de Metodologia Científica e Iniciação Científica na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), professor visitante de Geologia Histórica, Geologia do Brasil e Paleontologia de Vertebrados na Escola de Geologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e professor de Geologia para engenheiros na mesma Universidade.

WhatsApp Image 2018-03-14 at 15.58.54 WhatsApp Image 2018-03-14 at 15.59.09 WhatsApp Image 2018-03-14 at 15.59.10 WhatsApp Image 2018-03-14 at 15.59.11 WhatsApp Image 2018-03-14 at 15.59.22 WhatsApp Image 2018-03-14 at 15.59.23 WhatsApp Image 2018-03-14 at 15.59.34 WhatsApp Image 2018-03-14 at 15.59.47 WhatsApp Image 2018-03-14 at 15.59.51

Poliglota, com fluência em 12 idiomas, é doutor em Ciências Naturais, com especialização em Paleontologia pela Universidade “La Sapienza” de Roma. Como pesquisador no Brasil alcançou o nível máximo do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq.

Seus estudos levaram a descobertas de dezenas de localidades com pegadas de dinossauros e mamíferos do período denominado Cretáceo (145 a 66 milhões de anos) no Paraná, nas regiões de Jacarezinho, Cianorte, Indianópolis e Cruzeiro de Oeste.

Além de sua atividade de campo, realizou ações em instituições universitárias, museus, escolas secundárias, associações culturais, bem como em ambientes políticos, formando jovens cientistas em vários locais do país.

Além do Brasil, fez expedições na Itália, México, Austrália, Palestina, Estados Unidos da América e em oito países da América do Sul.

Já possui outras 17 honrarias, entre títulos honoríficos e prêmios.

EXPOSIÇÃO

Entre os dias 19 e 23 de março, das 9 às 18 horas, a Alep também vai abrir espaço para a “Exposição Fé e Ciência” onde a população poderá conhecer um pouco mais sobre as obras e pesquisas do padre Leonardi.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *